Análise da proposta de implementação da perspectiva CTS no Ensino Médio no Brasil

  • Clarice Sanches Mariante Hirakuri UNOPAR
  • Andréia de Freitas Zompero UNOPAR
Palavras-chave: Perspectiva CTS, Ensino Médio, Documentos de Ensino, Contexto brasileiro

Resumo

Os documentos de ensino fundamentam e apresentam propostas para o trabalho com a perspectiva CTS. Dentre esses documentos estão os Parâmetros Curriculares Nacionais-PCN (2002), as Diretrizes Curriculares para Educação Básica (2013) e o Pacto Nacional para o Fortalecimento do Ensino Médio (2014). Assim, temos, por objetivos, analisar esses documentos, a fim de verificar e discutir o direcionamento dado ao enfoque CTS no Ensino Médio. A pesquisa realizada foi do tipo documental, para a qual foi feito um levantamento dos documentos de ensino da educação brasileira. O PCN aponta que a formação do aluno deve ter como principal foco a aquisição de conhecimentos básicos, a preparação científica e a capacidade de utilizar as diferentes tecnologias relativas às áreas de atuação. Propõe-se, nesse nível do ensino, a formação geral, em oposição à formação específica; o desenvolvimento de capacidades de pesquisar, buscar informações, analisá-las e selecioná-las; a capacidade de aprender, criar, formular, ao invés do simples exercício de memorização. O Pacto estabelece ações que têm por objetivo a melhoria da qualidade da educação, apontando o trabalho, a cultura, a ciência e a tecnologia como dimensões que devem estar contempladas nos currículos do Ensino Médio, e que deverão integrar os conhecimentos das diferentes áreas que compõem o currículo. Concluímos com a análise dos documentos oficiais de ensino do Brasil e também de acordo com Pinheiro, Silveira e Bazzo (2007), que citam que o ensino na educação científica passará a ser entendido como a possibilidade de despertar no aluno a curiosidade, o espírito investigador, questionador e transformador da realidade.

Publicado
2016-07-05
Secção
Integração de conteúdos CTS nos currículos nos países Ibero-americanos