Cómo reducir nuestra huella de carbono. Una experiencia de investigación e innovación en ciencias

  • Gladys Lamus Antolínez Institución Educativa Concejo de Medellín; Grupo MEQ (Metodología de la Enseñanza de la Química); Universidad de Antioquia
  • Lina Marcela Vásquez Amaya Institución Educativa Concejo de Medellín
Palavras-chave: Pegada de carbono, pesquisa em sala de aula, inovação educacional, metodologia STEAM-Labs, ensino das ciências

Resumo

Esta pesquisa decorre da proposta de STEAM-Labs 2014, colocada aos professores de onze instituições de ensino da municipalidade de Medellín, para desenvolver a metodologia PBL (Project Based Learning). Tal proposta se desenvolve na Instituição Educativa Concejo de Medellín, em duas turmas de 40 e 35 alunos de sexto e oitavo; a maioria proveniente de famílias fragmentadas, em entornos de violência familiar e social, pobreza e conflitos urbanos. Propõe-se o cluster de energia e TIC pra abordagem da questão da pegada de carbono e seu impacto no aquecimento global. Surgem as questões: como reduzir nossa pegada de carbono? E como mitigar o aquecimento global? O que podemos fazer na escola e na casa? A intervenção
começa com um compromisso firmado por cada aluno e de sua família, sendo os mesmos que conduzem pesquisas gasto de energia em casa e na escola, que calculam a sua pegada de carbono, e que fazem propostas de soluções, socializando o seu trabalho junto ao público. Esta inovação educacional situa-se em CTS, pois integra o trabalho na sala de aula com a comunidade educativa, a universidade, a companhia privada e o governo local; atravessando as áreas do currículo escolar, incentivando a responsabilidade, criatividade e capacidade crítica. A metodologia é a de investigação social qualitativa, que combina estratégias de observação participante e o estudo de caso e recorre à triangulação para sistematizar e analisar os dados recolhidos a partir dos diários de campo dos professores, dos registros orais, e de escritos e produções virtuais dos alunos.

Publicado
2016-07-05
Secção
Integração de conteúdos CTS nos currículos nos países Ibero-americanos