A perspectiva CTS na formação inicial de professores de Ciências e Biologia: o que dizem especialistas da área

  • Mariana dos Santos Universidade Federal de São Carlos
  • Christiana Andréa Vianna Prudêncio Universidade Estadual de Santa Cruz
  • Mariana Dias da Silva Universidade Federal de São Carlos
  • Inez Reptton Dias Universidade Federal de São Carlos
  • Emike Luzia Pereira Correia Universidade Federal de São Carlos
Palavras-chave: Formação inicial de professores, Educação Científica Crítica, Perspectiva CTS

Resumo

Este artigo tem como objetivo identificar as compreensões que alguns especialistas que pesquisam a Educação CTS possuem sobre a inserção dos pressupostos da Educação Científica Crítica na formação inicial de professores de Ciências e Biologia. Para tanto, analisamos as respostas dadas por esses pesquisadores a um questionário formulado seguindo a metodologia Delphi. A análise dos resultados aponta para a necessidade de uma melhor articulação entre as disciplinas da área específica e a pedagógica no currículo das licenciaturas, uma maior aproximação e diálogo entre a escola e a universidade, assim como para a importância de uma reformulação - epistêmica e metodológica - dos cursos de formação inicial de modo que as experiências e saberes construídos pelo licenciando na graduação se relacionem mais diretamente com a realidade da escola.

Publicado
2019-10-16
Como Citar
dos Santos, M., Prudêncio, C., da Silva, M., Dias, I., & Correia, E. (2019). A perspectiva CTS na formação inicial de professores de Ciências e Biologia: o que dizem especialistas da área. Indagatio Didactica, 11(2), 401-412. https://doi.org/10.34624/id.v11i2.6193
Secção
Desenvolvimento Curricular e Didática