Questões sociocientíficas no ensino fundamental de ciências: uma experiência com poluição de águas

  • Jéssica Cruz Santos Universidade Federal da Bahia
  • Dália Melissa Conrado Universidade Federal da Bahia (UFBA)
  • Nei F. Nunes-Neto Universidade Federal da Bahia (UFBA)
Palavras-chave: Educação CTSA, ação sociopolítica, ética ambiental, conteúdos CPA, letramento científico

Resumo

O ensino de ciências deve reconhecer as relações entre Ciência, Tecnologia, Sociedade e Ambiente, identificando diferentes interesses envolvidos no desenvolvimento da ciência e da tecnologia, o julgamento moral sobre a ciência e a tecnologia, e a tomada de decisão e ação sobre questões sociocientíficas, a fim de desenvolver um letramento científico crítico. Com base na perspectiva da educação CTSA, este trabalho tem por objetivo analisar a mobilização de conteúdos conceituais, procedimentais e atitudinais sobre o tema poluição das águas, a partir de uma questão sociocientífica (QSC) em uma sequencia didática aplicada no ensino fundamental, em uma escola pública em Salvador, Bahia, Brasil. Os conteúdos atitudinais aqui mobilizados foram fundamentados na ética ambiental. O estudo aponta que a contextualização do tema poluição das águas, tomando como referencial o parque localizado no entorno geográfico da escola, despertou o interesse e os sentimentos de engajamento dos estudantes em relação ao problema; o uso de QSC como estratégia pedagógica para consideração de questões éticas sobre tópicos científicos via discurso e interações sociais possibilitou o despertar de reflexões sobre a poluição hídrica, os valores, interesses envolvidos e a importância de normas que orientam o comportamento humano.

Publicado
2016-07-05
Secção
Integração de conteúdos CTS nos currículos nos países Ibero-americanos