Competencias ambientales en básica primaria a partir del desarrollo de una unidad didáctica sobre la controversia ¿vivienda o humedales?

  • Mary Luz Mora Arenas Universidad Autónoma de Colombia
  • Marien Andrea Rodríguez Díaz Universidad Autónoma de Colombia
  • Leonardo Fabio Martínez Pérez Universidad Pedagógica Nacional
Palavras-chave: Competências ambientais, Educação em Ciências, Educação Ambiental, Questões Sociocientíficas (QSC)

Resumo

As pesquisas sobre as competências ambientais no campo da Educação em Ciências constituem um novo tema de trabalho, o qual abrange a análise das capacidades para aprender a manejar a complexidade das problemáticas ambientais. Neste sentido, surge a necessidade de realizar um estudo sobre as questões sociocientíficas (QSC) focadas na temática das zonas húmidas da cidade, cujo objetivo é analisar o impacto dessas questões na promoção de competências ambientais na quarta série do Ensino Fundamental da escola General Santander. A metodologia usada foi qualitativa de viés microetnográfico, o que permitiu a construção de unidades de análse a partir das gravações de áudio registradas nas diferentes sessões desenvolvidas na unidade didática. Em conclusão, foi possível estabelecer um impacto positivo da QSC na promoção de competências ambientais, através do desenvolvimento de capacidades tais como: o reconhecimento da problemática, o reconhecimento dos atores e interesses, bem como um reconhecimento dos alunos enquanto sujeitos ativos e participativos nos problemas ambientais. Também foram alcançadas, pelos alunos, conceitualizações próprias sobre ciência e a capacidade de propor e levar para frente soluções responsáveis e informadas.

Publicado
2016-07-05
Secção
Formação de Professores – Que avanços e boas práticas partilhar?