La educación CTS en la formación de docentes y otras profesiones

  • Silvia Porro Universidad Nacional de Quilmes
  • Diana Inés Roncaglia Universidad Nacional de Quilmes (UNQ)
Palavras-chave: Natureza da Ciência, Formação de Professores, Educação CTS, Carreiras científicotecnológicas

Resumo

Neste artigo relatamos uma experiência desenvolvida na Universidad Nacional de Quilmes, no Departamento de Ciência e Tecnologia (DCyT) e no Departamento de Ciências Sociais (DCS), no âmbito do projecto EANCYT (Ensino e Aprendizagem sobre a Natureza da Ciência e Tecnologia). Num curso de Química II (DCyT) foi incluída a História da Química em vários dos temas desenvolvidos, e, num curso de Didáctica das Ciências Naturais, foram ensinadas explicitamente algumas questões de Natureza da Ciência e Tecnologia. Para investigar o efeito dessas estratégias de ensino, foram analisadas as opiniões de estudantes de ambos departamentos sobre vários temas CTS através de um questionário com 15 questões do COCTS (Questionário de Opiniões sobre Ciência, Tecnologia e Sociedade), que foi aplicado no início e no final de ambos os cursos. Foram encontradas várias diferenças significativas entre os cursos de CyT e CS, tanto em pré-teste assim como em pós-teste e, também, diferenças em cada um dos grupos. Em conclusão, consideramos ser importante prosseguir no trabalho em atividades de classe que permitam aos alunos refletir sobre as relações entre Ciência, Tecnologia e Sociedade, uma vez que tais relações ainda não se afiguram claras para ou futuros professores e para futuros profissionais de carreiras científicas e tecnológicas.

Publicado
2016-07-05
Secção
Formação de Professores – Que avanços e boas práticas partilhar?