Ensino de biologia a partir de questões sociocientíficas: uma experiência com ingressantes em curso de licenciatura

  • Dália Melissa Conrado Universidade Federal da Bahia
  • Charbel N. El-Hani Universidade Federal da Bahia
  • Blandina F. Viana Universidade Federal da Bahia
  • Alessandra S. Schnadelbach Universidade Federal da Bahia
  • Nei F. Nunes-Neto Universidade Federal da Bahia
Palavras-chave: Educação CTSA, Ensino superior, Formação de professores, Ecologia, Evolução

Resumo

A presente investigação qualitativa, fundamentada na teoria crítica e na metodologia do design research, buscou avaliar o uso de questões sociocientíficas como estratégia de ensino que favoreça a mobilização de dimensões conceituais, procedimentais e atitudinais dos conteúdos por estudantes do ensino superior de biologia, em uma sequência didática envolvendo ecologia, evolução e ética. A coleta de dados foi realizada a partir de aplicação de questionários, registro diário de observação de campo e registros de áudio das apresentações dos grupos na resolução de três casos sobre questões sociocientíficas relacionadas à monocultura, aos antibióticos e à polinização. Os dados foram analisados com base na análise de conteúdo, considerando como categorias os objetivos de aprendizagem, fundamentados em referenciais sobre ecologia, evolução e ética. A partir desse estudo, percebemos o potencial das questões sociocientíficas para favorecer a mobilização de conteúdos conceituais, procedimentais e atitudinais no ensino superior de biologia, e a formação de cidadãos para a ação sociopolítica, uma vez que estimulam os estudantes a assumirem um papel ativo na resolução de problemas socioambientais. Também apontamos como desafio a inserção de aspectos de ética e política na discussão das relações ciência-tecnologia-sociedadeambiente na educação científica.

Publicado
2016-07-05
Secção
Integração de conteúdos CTS nos currículos nos países Ibero-americanos