Modelo de acciones generadas en el aula para promover una cultura de la sustentabilidad en estudiantes de bachillerato

  • Saulo Hermosillo Marina Escuela Nacional Preparatoria; Universidad Nacional Autónoma de México
  • Pablo González Yoval Escuela Nacional Preparatoria; Universidad Nacional Autónoma de México
Palavras-chave: Pegada ecológica, sustentabilidade, impacto ambiental

Resumo

O modelo de ação que apresentamos baseia-se nas atividades realizadas na Escola Nacional Preparatória (ENP, UNAM). O modelo considera duas fases. A primeira inclui atividades orientadas a um âmbito extraescolar, e a segunda, ao que acontece na escola, especificamente nas atividades de sala de aula. Na primeira fase, o modelo começa com o cálculo da pegada ecológica por parte dos alunos. De um modo geral, a pegada ecológica consiste num indicador do impacto ambiental causado pelas necessidades humanas nos ecossistemas do planeta, relacionando-as com a capacidade que a Terra tem de gerar novamente os recursos que estão sendo utilizados. Existem diferentes indicadores para o cálculo da pegada ecológica e, por isso, apresentamos uma breve análise de alguns dos que consideramos adequados para o nosso contexto, além de adaptações e / ou modificações dos mesmos. Com base em nossa experiência, podemos argumentar que cada versão da pegada ecológica tem uma intencionalidade que reflete uma filosofia de sustentabilidade de quem a propõe e, dependendo do contexto educacional em que é aplicada, uma poderá ser mais apropriada do que outra. A segunda etapa é reflexiva e se desenvolve com base na análise e discussão dos resultados da pegada ecológica. A terceira etapa, de ação, decorre a partir de que atividades podem ser realizadas, no plano individual e coletivo, para reduzir as estatísticas obtidas na pegada ecológica. Apresentar-se-ão os resultados da aplicação de uma pegada ecológica elaborada com base em folhas de cálculo.

Publicado
2016-07-05
Secção
Literacias e Sustentabilidade – E depois das Décadas?