Práticas pedagógicas que incluem CTS nos anos iniciais: bases para (des)construir o currículo

  • Robson Vinicius Cordeiro Prefeitura Municipal de Cariacica; Instituto Federal do Espírito Santo
  • Antonio Donizetti Sgarbi Instituto Federal do Espírito Santo
Palavras-chave: Alfabetização Científica, Alfabetização Linguística, Ações pedagógicas, Ensino de Ciências, CTS

Resumo

Este texto é um recorte de uma pesquisa de mestrado profissional em Educação em Ciências e Matemática, que buscava investigar ações pedagógicas que possibilitassem o desenvolvimento pleno do educando, desde o primeiro ano do ensino fundamental, partindo de ações capazes de potencializar o diálogo entre a alfabetização científica e as práticas de alfabetização linguística. Trata-se de um estudo qualitativo, com aproximações à pesquisa-ação, realizado em uma escola pública municipal em Cariacica/Espírito Santo/Brasil em 2014. Participaram da pesquisa duas professoras-pedagogas, 53 alunos entre seis e sete anos, a pedagoga da escola e os próprios pesquisadores. Foram planejados oito encontros/aulas, sistematizadas em nove temáticas motivadas pelo tema central “vida”, tomando como prática experimental geradora a construção e o acompanhamento de um terrário. Ao final do estudo, foram observados indícios do processo de alfabetização científica nas intervenções dialogais e nas atividades realizadas pelos alunos, assim como se percebeu que o ensino de Ciências não precisa estar apartado das práticas alfabetizadoras, mas, ao contrário, pode participar ativamente do processo de apropriação e compreensão do sistema de escrita alfabética.

Publicado
2016-07-05
Secção
Integração de conteúdos CTS nos currículos nos países Ibero-americanos