Proyecto de investigación predictivo del rendimiento escolar de indagacion de ciencias en contexto mediante un modelo de ecuaciones estructurales

  • Bartolomé Vázquez Bernal Universidad de Huelva
  • Roque Jiménez Pérez Universidad de Huelva
Palavras-chave: Ciência em Contexto, desempenho escolar, modelização de equações estruturais

Resumo

A realização de pequenas investigações científicas contextualizadas é uma ferramenta central neste trabalho, que não deixa de considerar diversos condicionamentos presentes no processo de aprendizagem, tais como cognitivos, afetivos e sociais, entre outros. Tendo em conta a preocupação com o desinteresse dos alunos pelas ciências experimentais e a importância da abordagem ao conteúdo específico, este estudo se concentra em um conteúdo concreto (Lei de Hooke) em determinado nível, para tentar desenvolver um constructo teórico preditivo para estudantes de 12-13 anos em dois cursos sucessivos. Os professores envolvidos pertencem a departamentos de ciências experimentais de várias escolas secundárias em Andaluzia (Espanha). O modelo preditivo que queremos implementar é baseado em cinco constructos teóricos (Dificuldades na Resolução de Problemas, Emoções Positivas e Negativas na Aprendizagem de Ciências, Modelo de Pesquisa Escolar, Autoregulação / Autoeficácia e Autoconceito), decorrentes da implementação de vários questionários já validados. Nossa hipótese de partida é que podemos ligar as dificuldades em RP, as emoções positivas e negativas em jogo, o desenvolvimento da pesquisa em sala de aula, a autoregulação e a autoeficacia e o autoconceito do aluno para prever o desempenho num teste avaliação das aprendizagens (validados no estudo piloto).

Publicado
2016-07-05
Secção
Integração de conteúdos CTS nos currículos nos países Ibero-americanos