Formação CTS em Ciências Jurídicas com base na alimentação

  • Damian Alberto Lampert Departamento de Ciencia y Tecnología, Universidad Nacional de Quilmes /CONICET
  • Leandro Anibal Crivaro Universidad Nacional de Quilmes /Instituto de Investigaciones de Historia del Derecho
Palavras-chave: Educação CTS, Alimentando, Ciências Jurídicas

Resumo

Este artigo apresenta o desenvolvimento de uma proposta educacional sobre o ensino da mudança social em relação às ciências jurídicas, a partir de uma abordagem CTS; de comida. Para isso, foi realizada uma análise teórica da abordagem CTS nas ciências jurídicas, com ênfase na segurança alimentar. A proposta educativa foi feita a partir do relato expositivo de uma experiência real de pesquisa, seguida de um exercício de discussão sobre a relação entre mudança social e Doenças Transmitidas por Alimentos (ETA). A avaliação foi realizada por meio de variáveis que relacionavam o tema, encontrando resultados favoráveis. Da mesma forma, tem havido especial interesse entre os universitários quanto à necessidade de vincular as práticas de pesquisa nesta área e o exercício efetivo dos direitos fundamentais. A proposta apresentada, aliada à análise teórica realizada, permite consolidar o campo pouco conhecido da implementação da abordagem CTS nas disciplinas de Ciências Sociais.

Publicado
2023-05-08
Como Citar
Lampert, D., & Crivaro, L. (2023). Formação CTS em Ciências Jurídicas com base na alimentação. Indagatio Didactica, 15(1), 285-306. https://doi.org/10.34624/id.v15i1.32234
Secção
Desenvolvimento Curricular e Didática