Engenharia Didática para a relação entre área de figuras planas (poligonais) e o volume de sólidos geométricos (prismas): uma análise preliminar e uma análise a priori

Palavras-chave: Engenharia Didática, Área, Volume, GeoGebra, Ensino

Resumo

O presente estudo apresenta uma proposta para o ensino de geometria visando a uma desfragmentação da relação entre áreas de figuras planas (bases poligonais) o volume de sólidos geométricos (prismas). Nesse sentido, o objetivo deste artigo é desenvolver um estudo com base na Engenharia Didática (ED), visando a construção de uma sequência didática apoiada nos pressupostos da Teoria das Situações Didáticas (TSD), buscando a relação entre a área de figuras planas (bases poligonais) e o volume de sólidos geométricos (prismas). Para esse estudo teórico, limitou-se às duas etapas iniciais da ED denominadas de análises preliminares e concepções das situações didáticas e análises a priori. Para a concepção da situação didática, além da TSD, foi utilizado o software GeoGebra para dar suporte na visualização e no dinamismo das figuras apresentadas. Espera-se que a sequência didática possibilite a visualização, dinamismo e a compreensão do estudante quando diz respeito à relação entre a área de figuras planas (bases poligonais) e o volume de sólidos geométricos (prismas).

Publicado
2022-07-20
Como Citar
da Silva, J., Menezes, D., & Alves, F. (2022). Engenharia Didática para a relação entre área de figuras planas (poligonais) e o volume de sólidos geométricos (prismas): uma análise preliminar e uma análise a priori. Indagatio Didactica, 14(1), 79-98. https://doi.org/10.34624/id.v14i1.29611
Secção
Desenvolvimento Curricular e Didática