Potencialidades da educação na natureza em contextos de infância: uma revisão sistemática de literatura

Palavras-chave: Educação de Infância, Educação em Ambiente Natureza, Revisão Sistemática de Literatura

Resumo

A presente revisão sistemática de literatura partiu da questão de investigação: “Quais as potencialidades e limitações da educação na natureza em contextos de infância?”, com o objetivo de analisar e sistematizar, por um lado, os benefícios dessas experiências educativas, ao nível da saúde, desenvolvimento e consciência ambiental da criança, e, por outro lado, os obstáculos e desafios que se colocam às práticas, no sentido de criar oportunidades de ação e aprendizagens em ambiente natureza.
Estabeleceu-se cinco termos de pesquisa, em três línguas que, através da utilização de operadores booleanos, permitiram “mapear” os estudos relevantes e atuais. No sentido de delimitar o campo de pesquisa avançada, determinou-se critérios de inclusão e exclusão e constituiu-se o corpus de dados, composto por 21 artigos, de estudos recentes, desenvolvidos em diferentes contextos, que foram analisados pela técnica de análise de conteúdo, no software WebQDA.
Os resultados, que emergiram da análise desta revisão, revelam o impacto positivo que as experiências proporcionadas à criança, no espaço natureza, têm ao nível da sua saúde, desenvolvimento socioemocional, cognitivo, motor e consciência ambiental. Além disso, foram encontrados alguns obstáculos e desafios às práticas educativas em espaços exterior e natureza, sobretudo no contexto português.
Este artigo, que identifica um gap na literatura relativamente à articulação de práticas educativas em espaços exterior e interior, poderá contribuir para a discussão e reflexão sobre o papel desempenhado pela criança e pelo adulto em ambos os contextos, bem como sobre a intencionalidade educativa e potencial pedagógico que lhes são atribuídos.

Publicado
2021-07-28
Secção
Desenvolvimento curricular e didáctica