Intervenção precoce na infância: interações comunicativas entre uma educadora e duas crianças

Palavras-chave: Intervenção precoce na infância, interação social, intervenção educativa

Resumo

Este estudo compreende as interações comunicativas entre uma educadora e duas crianças, abrangidas pela intervenção precoce na infância, do ponto de vista da intervenção educacional, no seu domicílio familiar. O quadro teórico inclui a intervenção precoce na infância, como resposta social a um grupo de crianças, que apresentem riscos ambientais ou biológicos no seu desenvolvimento pessoal e social, e o processo de comunicação como interação social em contextos educativos, numa participação ativa de todos os intervenientes no processo comunicativo. O presente estudo assume uma natureza descritiva e interpretativa, incidindo na análise das interações verbais, numa situação de intervenção individualizada, entre a educadora e cada uma das crianças. A recolha de dados envolveu a gravação em vídeo das sessões com as crianças, no seu contexto natural. A análise de conteúdo compreende a recolha das interações mais significativas e a sua análise através da descrição e reflexão tendo por base perspetivas teóricas da comunicação. Os resultados remetem para a importância do educador na construção das interações com as crianças, no ouvir destas, estimulando a discussão e a linguagem argumentativa, e na gestão do tempo necessário para cada criança resolver os problemas.

Publicado
2021-06-24
Secção
Supervisão