Representações de futuros professores sobre a educação global e a sua operacionalização no ensino da língua materna

  • Cristina Manuela Sá Universidade de Aveiro; CIDTFF; LEIP
  • Luciana Mesquita Instituto de Ensino Superior Franciscano
Palavras-chave: educação global, formação de professores de língua materna, 1.º Ciclo do ensino básico, futuros professores, representações

Resumo

A adaptação a uma sociedade globalizada é uma das grandes questões do século XXI destacadas por políticas educativas europeias (European Comission, 2018). Em Portugal, merece destaque o documento Perfil dos alunos para o século XXI (Gomes et al., 2017), que foca o desenvolvimento de competências orientadas para a formação de cidadãos responsáveis em contextos locais/nacionais/globais. Para concretizar essas recomendações, os programas de formação de professores precisam de ajudar os futuros professores a compreender a educação global e as implicações que tem no seu papel enquanto educadores e nas suas práticas. Essas observações enquadraram este estudo exploratório, que objetivou identificar representações de futuros professores e educadores de infância sobre a educação global e a sua implementação no ensino da Língua Portuguesa como língua materna. Os dados foram recolhidos através de um questionário aplicado no início do semestre (representações iniciais) e de reflexões escritas individuais entregues no final do semestre (representações finais). A análise de conteúdo comparativa entre os dois momentos revelou que os estudantes se tornaram mais conscientes a respeito da natureza e importância da educação global e de estratégias para a promover. No entanto, as descobertas também sugerem que os estudantes ainda precisavam de refletir mais sobre essas questões através da discussão e da participação em outros projetos.

Publicado
2018-12-19
Secção
Supervisão