Relações CTSA no vestibular da UFPR: uma análise das questões de química dos últimos dez anos (2009-2018)

  • Carla Krupczak Universidade Federal do Paraná
  • André Ferrarini Universidade Federal do Paraná
  • Joanez Aparecida Aires Universidade Federal do Paraná
Palavras-chave: Educação CTSA, Ensino de química, Vestibular, UFPR

Resumo

No Brasil, o acesso ao Ensino Superior depende do rendimento dos estudantes em provas de seleção, como os vestibulares. Assim, muitas escolas e professores estruturam suas aulas em torno destas provas. Diante disto, o objetivo deste trabalho é analisar se e como as relações Ciência, Tecnologia, Sociedade e Ambiente (CTSA) são abordadas nas questões de química do vestibular da Universidade Federal do Paraná (UFPR) nos últimos dez anos (2009-2018). Temos por pressuposto que, se as relações CTSA estiverem presentes nas provas estas podem se tornar um estímulo para que professores e escolas adotem a Educação CTSA. Por isso, realizamos uma pesquisa documental e analisamos as provas de vestibular da UFPR por meio da Análise Textual Discursiva. Os resultados foram preocupantes e indicam que o exame ainda é conteudista e descontextualizado. A maioria das questões tem apenas uma “contextualização de fachada” e envolve apenas um ou dois aspectos das relações CTSA.

Publicado
2019-12-19
Secção
Desenvolvimento curricular e didáctica