A educação em Portugal: um olhar atento ao ensino secundário através dos números de estabelecimentos e alunos matriculados

  • Marina Andreia Gomes Pereira Universidade de Aveiro
  • Ana Raquel da Silva Cabral de Carvalho Universidade de Aveiro
  • Jorge Manuel Rodrigues Santos Direção-Geral da Educação
  • Manuel Joaquim de Sousa Santos Agrupamento de Escolas da Gafanha da Nazaré
Palavras-chave: ensino secundário público, alunos matriculados, estudo correlacional, medidas de austeridade e educação

Resumo

Conhecer o panorama educativo português atual implica olhar atentamente para a última década e para os acontecimentos que pautaram a realidade política, económica e social do país nesse período. O impacte das medidas decorrentes do Programa de Assistência Financeira a Portugal, entre 2011 e 2014, no setor da educação, mereceu destaque, neste estudo, que incidiu na análise do número de estabelecimentos de ensino secundário público e no dos alunos matriculados no mesmo ciclo, desde 2008 até ao passado recente, 2016, segundo dados disponibilizados pela Pordata. A implementação de um estudo de tipo correlacional, com base numa análise bivariada, e na aplicação do teste de correlação de Pearson facilitaram a descrição do coeficiente de correlação entre as variáveis em estudo. Constata-se que, apesar das inúmeras medidas de austeridade aplicadas ao setor de educação, em Portugal, não se registam variações significativas entre o número de estabelecimentos de ensino secundário público e o número de alunos matriculados, no período em análise. Verifica-se, contudo, uma correlação negativa alta entre as variáveis em estudo, no que concerne à tendência de evolução, com uma perspetiva crescente do número de estabelecimentos de ensino e uma tendência regressiva no número de alunos matriculados no ensino secundário.

Publicado
2019-12-19
Secção
Avaliação em educação