Sistematização e Implementação do Cálculo Mental no Sistema Educativo Cabo-verdiano

  • Jorge Humberto Almeida Duarte Faculdade de Educação E Desporto, Universidade de Cabo Verde
  • Luis Manuel Casas García Universidade de Extremadura
Palavras-chave: Cálculo Mental, Estratégias de cálculo mental, Ensino do cálculo, Didática das Matemáticas

Resumo

Neste artigo será apresentada parte de um estudo, desenvolvido no âmbito de uma tese de doutoramento cujo objetivo foi conhecer a importância do Cálculo Mental (CM) no processo de ensino e aprendizagem do cálculo em alunos do 2.º ao 6.º ano de escolaridade em Cabo Verde, visando a sistematização e implementação do Cálculo Mental no Sistema Educativo cabo-verdiano.
Para o desenvolvimento do estudo experimental foram definidos dois grupos, Grupo de Controlo (GC) e Grupo Experimental (GE), e houve dois momentos distintos de aplicação de um teste aos grupos. Inicialmente foi aplicado um teste (pré-teste) aos dois grupos, ao que se seguiu, por um período de 7 meses, a realização de sessões semanais de ensino e aprendizagem do cálculo baseado em estratégias de CM junto do GE. No final desse período foi aplicado o mesmo teste (pós-teste) aos dois grupos.
Os resultados verificados pelo GE nos dois momentos, mostram melhorias nas aprendizagens dos alunos, tendo sido comparadas as médias de exercícios certos, no pré-teste (31,74) e no pós-teste (126,87), e de exercícios errados, no pré-teste (14,82) e no pós-teste (1,35). No tocante ao GC, a mesma comparação demonstra inexistência de alterações significativas nas aprendizagens dos alunos, tendo sidas registadas as médias de 10,26 (pré-teste) e 10,89 (pós-teste) de exercícios certos e 12,01 (pré-teste) e14,68 (pós-teste) de exercícios errados. Os resultados do teste nos dois momentos, serão apresentados e discutidos, procurando evidenciar os ganhos obtidos pelos alunos do GE ao longo do estudo e que contrastam com a estagnação dos alunos do GC.

Publicado
2021-07-28
Secção
Desenvolvimento curricular e didáctica