O ensino de Matemática para alunos com Transtorno do Espectro Autista durante a pandemia: um estudo de caso

Palavras-chave: Ensino de matemática, Transtorno do Espectro Autista, Atendimento Educacional Especializado

Resumo

O presente artigo trata sobre o ensino de matemática para estudantes com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Relata-se aqui a experiência vivida por uma professora de Atendimento Educacional Especializado (AEE), em uma escola pública do interior do Ceará, nesse período de aulas remotas. Realizou-se, uma pesquisa qualitativa focada num estudo de caso, cujo objetivo foi conhecer de que forma aconteceu o ensino de Números e Quantidades para educandos com TEA nesse período de aula remota na referida escola. O embasamento teórico utilizado para as discussões se ancorou nas definições e características do TEA, na Educação Matemática para um sistema inclusivo, no ensino remoto e no ensino de Matemática para alunos com TEA. A coleta de dados se deu por meio de entrevista semiestruturada com a professora do AEE e observação das aulas. Ao responder às indagações, a professora expôs que as ferramentas digitais utilizadas para ministrar as aulas foram: WhatsApp e Google meet e que as estratégias para a realização das atividades foram desenvolvidas com a ajuda dos familiares. Um ponto que mereceu destaque foi a parceria e dedicação da família para que esse ensino acontecesse e os filhos pudessem participar das aulas. Conclui-se que, de modo geral, o ensino só foi possível pela efetiva e significativa parceria entre o professor do AEE e a família.

Publicado
2021-07-28
Secção
Tecnologias da informação em educação