A Metáfora da Esfera Sonora desde a Perspectiva WYDIWYHE

  • Willian Ramon Barbosa Bessa Núcleo Amazônico de Pesquisa Musical, Universidade Federal do Acre / Instituto Federal do Acre
  • Damián Keller Núcleo Amazônico de Pesquisa Musical, Universidade Federal do Acre / Instituto Federal do Acre
  • Jéssica Brendah Freitas Da Silva Núcleo Amazônico de Pesquisa Musical, Universidade Federal do Acre / Instituto Federal do Acre
  • David Ferreira Da Costa Núcleo Amazônico de Pesquisa Musical, Universidade Federal do Acre / Instituto Federal do Acre
Keywords: música ubíqua, interação timbrística, metáfora da esfera sonora, WYDIWYHE, ubiquitous music, timbre interaction, sound sphere metaphor

Abstract

Abstract: WYDIWYHE - / uidiuirri / (what you do is what you hear) - is an interaction design perspective that arises from ecologically grounded ubiquitous music creative practices. We report the results of two studies using the Sound Sphere Metaphor and describe the multiple iterations of the implementation process, as a way to exemplify the WYDIWYHE theoretical-methodological approach. In SoundSphere, our design strategy consists in maintaining the alignment between the participant action, the visualization of her action, and the resource availability for future actions. In this sense, we do not focus just on the relationship between the action and the sonic result, we also target the visualization of the action performed. The results indicate viable strategies for the design process, including: 1. Space-time proportionality; 2. Flexible temporalities; 3. Isomorphism; 4. Direct manipulation; 5. Semantic abstractions; and 6. Usage of relational properties. We discuss the implications of this proposal for the field of ubiquitous music and point to open questions highlighted by the experimental results.

Resumo: A perspectiva de design de interação WYDIWYHE - /uidiuirri/ what you do is what you hear (o que você faz é o que você ouve) - surge a partir dos desenvolvimentos impulsionados pelas práticas criativas em música ubíqua. Relatamos os resultados obtidos em dois estudos utilizando a Metáfora da Esfera Sonora em atividades criativas e descrevemos as múltiplas iterações do processo de implementação como forma de exemplificar o enfoque teórico-metodológico WYDIWYHE. A estratégia de design adotada no SoundSphere consiste em manter o alinhamento entre a ação do participante, a visualização da ação e a disponibilização dos recursos para ações subsequentes. Nesse sentido, o enfoque não só visa a relação entre a ação e o resultado sonoro, ele também envolve a visualização da ação realizada. Os resultados indicam estratégias que podem ser aplicadas no processo de design: 1. A proporcionalidade espaço-tempo; 2. As temporalidades flexíveis; 3. O isomorfismo; 4. A manipulação direta; 5. A abstração semântica; e 6. As propriedades relacionais. Discutimos as implicações desta proposta para o campo da música ubíqua e apontamos alguns interrogantes abertos pelos aspectos destacados na análise de resultados.

Downloads

Download data is not yet available.
Published
2020-05-12