O Romanceiro Ibérico no Brasil: um Património da Língua Portuguesa em Ambiente Digital

  • Sandra de Jesus Boto Universidade do Algarve
  • Bruno de Carvalho Belmonte CIAC, Universidade do Algarve

Abstract

Na esteira do trabalho já desenvolvido pela equipa da plataforma Romanceiro.pt, que acolhe projetos diversos dedicados à edição e ao estudo do romanceiro de tradição oral, deu-se recentemente início à compilação, organização e apresentação de uma proposta de infraestrutura digital que visa acolher e difundir os materiais concernentes ao romanceiro de matriz ibérica no Brasil. Estas tarefas, que procuram, no fundo, promover a patrimonialização deste bem cultural imaterial que, no Brasil, surge com alguma frequência confundido com a literatura de cordel, marcam os primeiros passos para a constituição do “Arquivo do Romanceiro do Brasil”. Para isto, servimo-nos de ferramentas, metodologias e estândares transdisciplinares das Humanidades Digitais. Por sua vez, a ação descrita persegue um objetivo investigacional mais abrangente e exigente, que é o da edificação do “Arquivo do Romanceiro em Língua Portuguesa”.

Apresentamos, aqui, não só o enquadramento de partida deste projeto como também algumas das conclusões parciais já alcançadas, ao mesmo tempo que descrevemos sucintamente as atividades levadas a cabo.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Sandra de Jesus Boto, Universidade do Algarve

Sandra Boto é Investigadora Auxiliar do CIAC/Universidade do Algarve desde 2019. Licenciou-se em Línguas e Literaturas Modernas – variante de Estudos Portugueses pela Universidade do Algarve e em 2012 doutorou-se em Línguas, Literaturas e Culturas – Estudos Literários pela Universidade Nova de Lisboa, com a tese ‘As Fontes do Romanceiro de Almeida Garrett. Uma Proposta de Edição Crítica’. A sua investigação de doutoramento foi desenvolvida com o apoio de uma bolsa concedida pela Fundação para a Ciência e Tecnologia. Realizou, entre 2013 e 2019, o pós-doutoramento no CIAC/UAlg e no CLP/UC, também com bolsa atribuída pela Fundação para a Ciência e Tecnologia. Atualmente, frequenta o Master em Humanidades Digitais da Universidad de Enseñanza a Distancia de Madrid.  Da sua atividade científica, destaca-se o projeto Romanceiro.pt, do qual é responsável científica, e a coordenação do “Garrett Online”, investigação que ganhou recentemente um projeto da Fundação Calouste Gulbenkian. Ensinou na Universidad de Huelva, na Universidade do Algarve e na Universitat Autònoma de Barcelona, onde dirigiu o Centro de Língua Portuguesa do Instituto Camões. Da sua experiência docente, destaca-se o ensino de Português para Estrangeiros e de Literatura Espanhola.

Bruno de Carvalho Belmonte, CIAC, Universidade do Algarve

Bruno Belmonte é bacharel e licenciado em História pela Universidade Estadual Paulista, Unesp – Franca, em 2011. Encontra-se, desde 2017, desenvolvendo o mestrado em História e Patrimónios na Universidade do Algarve – UAlg. Entre os anos de 2013 e 2017 trabalhou como pesquisador do Patrimônio Cultural e Educador Patrimonial em contexto de licenciamento ambiental, pela empresa Scientia Consultora Científica, sediada em São Paulo, no Brasil.

Published
2020-07-27