Educação Científica e Tecnológica: a formação pós-graduada em ação

  • Graziela Piccoli Richetti Departamento de Educação, Universidade Federal de Juiz de Fora
  • José de Pinho Alves Filho Departamento de Física, Universidade Federal de Santa Catarina
Palavras-chave: Educação científica e tecnológica, pós-graduação, egressos

Resumo

Os cursos de mestrado e doutorado do Programa de Pós-Graduação em Educação Científica e Tecnológica da Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil, têm como objetivos formar mestres e doutores comprometidos com a investigação, construção e socialização do conhecimento no âmbito da Educação Científica e Tecnológica. Os pós-graduandos participam de atividades formativas obrigatórias e opcionais, por exemplo, disciplinas, seminários, eventos nacionais e internacionais. O objetivo deste trabalho é apresentar a análise das respostas dos egressos às questões que os indagaram sobre afinidades com as disciplinas cursadas, influências da investigação realizada e sugestões para os cursos de mestrado e doutorado. É, portanto, um recorte de uma investigação mais ampla, que avaliou o impacto desses cursos na atuação profissional de seus egressos. Como referencial teórico-metodológico adotou-se a referencialização, um processo investigativo destinado à compreensão e avaliação de instituições educacionais, acerca do qual poderão resultar diagnósticos e avaliações. Os procedimentos metodológicos desse processo foram articulados aos do estudo de caso devido à amplitude da investigação. De acordo com as respostas dos egressos, as disciplinas foram fundamentais para a elaboração de suas investigações e para o aprofundamento dos conhecimentos em Epistemologia. Por sua vez, as investigações proporcionaram à maioria dos mestres e doutores momentos de autoavaliação sobre a própria atuação profissional. E, finalmente, as sugestões dos egressos foram direcionadas à realização de atividades formativas que estimulem a aproximação entre a universidade e as escolas básicas.

Publicado
2016-07-05
Secção
Formação de Professores – Que avanços e boas práticas partilhar?