Melhorar as capacidades de escrita em Português por recurso a uma plataforma de microblogue chinesa: um estudo exploratório

Palavras-chave: Microblogue, redes sociais, Weibo, Português Língua Estrangeira, m-learning

Resumo

Tratando-se de um fator limitativo comum na aprendizagem de línguas estrangeiras, a ausência de um contexto linguístico autêntico e a escassez de oportunidades de uso da língua-alvo fora da sala de aula são considerados os maiores problemas para a aquisição do Português por parte de aprendentes chineses. A popularização das redes sociais entre a comunidade de estudantes possibilita uma nova abordagem para a melhoria da aprendizagem desta língua e optámos por nos focalizar especificamente em estudar o impacte do uso da Weibo, uma plataforma de microblogue de origem chinesa, relativamente às capacidades escritas dos aprendentes chineses. Para esse efeito, um conjunto de atividades com a duração de 14 semanas foi conduzido na plataforma Weibo, com a participação de cinco estudantes chineses do segundo ano do curso de Estudos Portugueses (EP), cinco estudantes portuguesas de Mandarim no ano letivo 2018/2019, e cinco estudantes chineses do ano e curso idênticos e uma docente portuguesa no ano letivo 2019/2020. Dois testes iguais foram realizados antes e depois das atividades por todos os estudantes do segundo ano de EP, cujas respostas foram analisadas qualitativamente. Em conformidade com os resultados atingidos, os participantes geralmente demonstraram um melhor comportamento a respeito da concordância verbal e da grafia das palavras em Português. Em comparação com os participantes do primeiro momento, os do segundo, que realizaram as atividades num ambiente sem a interferência da sua primeira língua, obtiveram ainda uma pontuação mais elevada na compreensão escrita, revelando as potencialidades e eficiência possíveis da aplicação da Weibo na aprendizagem de Português.

Publicado
2021-12-20
Secção
Tecnologias da informação em educação